Notícias

Plástico: usando com consciência

O trabalho de reciclagem de papel desenvolvido pela Certa já conta com a adesão de colaboradores e clientes. No ano passado, a empresa destinou à reciclagem cerca de 1 tonelada e meia de papel.E é esse sucesso que fez com que a empresa desse início a outro trabalho de conscientização, agora voltado para o plástico.

Oferecendo sacolas resistentes, a Certa estimula os vendedores a usarem o menor número possível de sacolas plásticas para embalar as compras dos clientes. “Todos os nossos operadores de caixa são incentivados a usar as sacolas plásticas de forma racional”, comenta a gerente comercial Kátia Pehrson.Além do incentivo ao uso consciente, a diretora destaca a responsabilidade que a empresa tem ao escolher a sacola plástica a ser utilizada. “Não temos a nossa logo nas sacolas porque todas elas são recicladas, e a tinta só pode ser aplicada no plástico virgem”, explica Kátia.Para muitas pessoas, as sacolas plásticas parecem inofensivas. Afinal, quem nunca ouviu a frase “Ah, é só uma sacolinha”.No entanto, essa “sacolinha” é um grande veneno para o meio ambiente.

A taxa mundial do consumo de saquinhos plásticos está estimada em 500 bilhões ao ano, quase um milhão por minuto.

E, detalhe: apenas 0,6% destes sacos são reciclados e o tempo que eles demoram para se decompor na natureza é de até 500 anos.Quem pode mudar essa realidade somos nós, cidadãos. Por isso, a Certa apresenta algumas dicas de como devemos proceder para reciclar o plástico, considerando que nem todos os tipos são recicláveis.

Plásticos recicláveis:

- Todos os tipos de embalagens de xampus, detergentes, refrigerantes e outros produtos domésticos;
- Tampas plásticas de recipientes de outros materiais;
- Embalagens plásticas de ovos, frutas e legumes;
- Utensílios plásticos usados, como canetas esferográficas, escova de dentes, baldes, artigos de cozinha, etc.
Plásticos não-recicláveis:- Plásticos (tecnicamente conhecidos como termofixos), usados na indústria eletro-eletrônica e na produção de alguns computadores, telefones e eletrodomésticos; 
- Plásticos tipo celofane;
- Embalagens plásticas metalizadas;
- Isopor.
Após fazer a separação correta, encaminhe o material reciclável a um posto de coleta seletiva. Assim você faz a sua parte e o meio ambiente agradece.


<< Voltar para Notícias