Notícias

Chuveiro

"Para evitar que a resistência queime, é importante sempre fechar o registro antes de trocar a posição da temperatura."

"Banhos demorados gastam muita água e energia elétrica. O ideal é um banho de até 8 minutos. Além disso, quando usado na posição verão, o chuveiro reduz em 30% o consumo de energia."

Quando a temperatura cai, não tem nada mais agradável e relaxante do que um banho bem quentinho. Atualmente, mais de 110 milhões de brasileiros utilizam chuveiros elétricos em suas residências.

Mas antes de colocar o seu chuveiro na temperatura máxima, é importante saber como usá-lo de forma eficiente, contribuindo assim com o seu bolso e com o meio ambiente.

Banhos demorados gastam muita água e energia elétrica. Segundo a Cartilha do Inmetro, o ideal é um banho de até 8 minutos. Além disso, quando usado na posição verão, o chuveiro reduz em 30% o consumo de energia.

Para evitar que a resistência queime, é importante sempre fechar o registro antes de trocar a posição da temperatura.

Mais importante do que qualquer dica é reinventar os seus hábitos, respeitando o meio ambiente e o seu bolso.

No entanto, antes de assegurar um banho quente, é preciso efetuar a compra consciente do chuveiro.

Aquisição – Tudo começa na escolha do produto. Para ser segura, a ducha deve ser de procedência conhecida e ter a etiqueta do Inmetro na sua embalagem.

No momento da aquisição é importante considerar os seguintes itens: marca, modelo, potência nominal e econômica, classe de potência, referência para o cálculo do consumo mensal mínimo e máximo de energia elétrica e eficiência energética, que aponta a porcentagem da energia que realmente é utilizada para o aquecimento da água.

Outro ponto importante na hora de comprar um chuveiro é saber qual é a voltagem da sua instalação elétrica: 127V ou 220V?

Instalação – Uma instalação mal feita pode ser muito perigosa. Por isso, é necessário considerar algumas regras simples.

Circuito independente – Todo eletrodoméstico acima de 600W de potência deve ter um circuito independente, como é o caso do chuveiro.

Diâmetro da Fiação – De acordo com sua potência e voltagem, cada tipo de chuveiro pede uma fiação adequada – verifique no manual. Em qualquer instalação, quando os fios são mais finos do que o exigido, eles sofrem super-aquecimento.

Disjuntor – Verifique sempre se a corrente elétrica (medida em ampère) do disjuntor está de acordo com o pedido no manual do produto.

Ligação dos fios elétricos – Desligue os disjuntores e siga as instruções do manual do produto. Ao terminar a conexão, mantenha a emenda dos fios protegida dentro da caixa de luz. Jamais utilize plugues ou tomadas para ligar seu chuveiro.

Fio terra – Para evitar riscos de choques elétricos, conecte sempre o fio terra ao sistema de aterramento. Se preferir, consulte um profissional qualificado para fazer ou verificar a instalação elétrica do seu chuveiro.

Pressão da água – Se sua caixa d'água estiver a menos de um metro de altura do chuveiro, a vazão será pequena e prejudicará o seu banho. Nesse caso, o ideal são os chuveiros com pressurizadores, para aumentar a pressão da água.

Informações: Cartilha – O uso eficiente 
do chuveiro elétrico (Inmetro)


<< Voltar para Notícias